quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Politicagem 10 jornalismo 0

Dez dias após eleição do SINDSEPMA, adversários da boa fé do povo araiosense e inimigos da verdade ainda tentam fazer a cabeça dos servidores, em detrimento de todo um trabalho em curso e aprovado pela maioria.

Não conformados pela vontade manifestada nas urnas pela maioria dos servidores, agentes manipulados por políticos corruptos e que por ora destroem o nosso município, travestidos de jornalistas, tentam deturpar a verdade com o único interesse de fazer politicagem com coisa seria.

Quem não lembra a conduta hipócrita e mercenária do senhor Daby Santos, que em 2011 e meados de 2012, fazia grande campanha difamatória para derrubar Manin e Valéria em Araioses. E onde está o senhor Daby hoje? 

A ambição sem limites pelo poder e a falta de caráter desse cidadão é de conhecimento dos araiosenses, que se acostumaram a ver sempre seu nome em quase todas as administrações do nosso município. Inicialmente apontando seu dedo sujo, como o fez com Valeria e Manin; chegando a dizer em seu ex-programa diário na Rádio Santa Rosa, que Manin seria uma desgraça para Araioses e insinuar que Valéria tem nojo dos araiosenses. Tudo para depois se aproximar repentinamente como cachorro vira lata, que embora sarnento e incapaz de morder os invasores, na ocasião do ilícito, ladra e deva ser merecedor de qualquer migalha para calar-se e trair a confiança de quem realmente lhe dedicou a apreço.


A atual postura desse e de outros capachos de Manin e Valéria agora se aninharem a Iranilde do Chico do PT, para atacarem a diretoria do SINDSEPMA eleita com a votação mais expressiva da historia da entidade, não surpreende a ninguém,quando se tem à sua frente Daby Santos,que dias antes da eleição, circulava nos corredores do sindicato manifestando apoio a chapa 1 e demonstrando agravo a Iranilde apenas pelo fato de ser esposa do Chico do PT,de quem externa guardar magoas passadas.

Por outro ângulo ainda se conclui, sabendo que Daby é subordinado ao deleite da prefeitura e sofre dos delírios de poder da família Leal, este só deveria, OBRIGATORIAMENTE, tentar desconstruir a atual diretoria do sindicato, que tem feito a gestão mais atuante e comprometida com os servidores, sendo o principal entrave nos desmandos de Valéria e Manin.

Sua atual campanha difamatória e seu ódio à verdade não o permite ver que Comissão Eleitoral, presidida pelo professor Bernardo, o mesmo que também presidiu há três anos, quando a própria Iranilde era presidente,concedeu 12 horas para sanar e regularizar sua situação e concorrer às eleições, conforme documento entregue a direção do sindicato após as eleições, tendo em vista que a última notificação fora feita na sexta, não computando o sábado e o domingo, soma-se um tempo de 60 horas já que ela poderia entregar até as 12 de segunda feira, segundo o Regimento Eleitoral. Se ela assim não fez, é porque tinha por objetivo tumultuar o processo eleitoral.

No entanto, de opositores se espera qualquer coisa, mas de jornalistas se espera pelo menos a verdade...
Postar um comentário