domingo, 15 de novembro de 2015

Araioses não é uma ilha.



Araioses, cidade do já teve, tudo tinha é nada tem! Assim era o jargão popular no imaginário do Araiosense da década de 70, 80 e começo dos anos 90. O nosso povo sofria com o estigma do enjeitado e assim a população se conformava com crença de que nada se poderia fazer para mudar aquela realidade era um pensamento estático do araiosense como se tudo fosse traçado pelo destino. O conformismo era geral e os políticos se aproveitavam para impor suas ideologias dos massacres e das perseguições aos que não se aliavam ou não se mantinham calados com suas politicagens. 

O mundo não é uma ilha e as transformações acontecem mesmo pra quem deseja continuar isolado, mas os efeitos das novas e invenções e tecnologias do capitalismos visando ampliação de mercados e de lucros quebram fronteiras e obrigam os governos a adotarem políticas medidas que viabilizem aumentar o consumo dos bens industrializados e serviços, sejam eles duráveis ou descartáveis e assim os governantes são obrigados a ampliar as redes elétricas, a telefonia e incentivar o consumo produtos industrializados. 

Nada acontece por acaso no mundo  em constante transformações em uma aldeia global. As novas tecnologias deixam obsoletos os bens de consumos e uma mídia forte atacando o inconsciente forçando as pessoas ao consumo exagerado. 

Bem tudo isso foi uma descrição do mundo que “não para”, as coisas mesmo contra a vontade daqueles que estando no poder de municípios pobres, como é Araioses acham que podem fazer o que querem e ainda se acharem no direito de ofendidos com a crítica. Embora os meios de comunicação de massa não seja acessível a todos. Hoje contamos com os efeitos de um mundo globalizado que nos proporciona a internet. É essa net está chegando a todas as regiões do município de Araioses, isso assusta aqueles que pretendiam se perpetuar no poder. 

Os smartphone e outros meios de conexão pela rede mundial levam e trazem as informações instantâneas e tem feito a diferença. Cada movimento e atropelos são filmados e enviados via wi-fi deixando desesperados aqueles que sonham ou sonharam e impor regimes autoritários e mordaças.

Hoje cobrança da população é maior, a informação chega em tempo real e  tira o sono causando insônia aos que imaginavam continuar enganado o povo com falácias e promessas em vã. Aos pretendentes  a cargos públicos devem apresentar planos de governo não só no papel, mas mostrar a viabilidade e execução de suas promessas, pois prometer empregos ou tentar corromper o eleitor com dinheiro é tática com validade vencida. 

Ridicularizar o nosso povo com aquisição de gerador para substituir a energia elétrica é no mínimo achar que a polução não está atenta para mazelas e atropelos da administração que tanto iludiu e prometeu  os araiosenses. Mas o tempo passa rápido pra está no poder restam apenas 10 meses para o povo avaliar essa gestão.
Postar um comentário