terça-feira, 11 de outubro de 2016

DECISÃO JUDICIAL OBRIGA PREFEITA PAGAR TODOS OS SERVIDORES



O que todos temiam já começou acontecer, depois de uma campanha arrojada com muito investimento com centenas de carros transportando milhares de pessoas de comício em comício, a prefeita Valeria de Manin começa atrasar o salário dos servidores públicos. 

Valeria que passou os quatros anos de sua gestão dando sinais de atrasos nos salários dos servidores por  várias vezes os servidores foram as ruas através do SINDSEPMA, comandado pelo professor Arnaldo. Agora atrasa os salários e complica a vida de centenas de servidores que estão endividados e com muitos problemas para resolver. 

O SINDSEPMA, denunciou o fato ao Ministério Público Estadual e uma ação foi protocolada pela promotora Samara, na justiça. A  decisão estabelece um prazo de três dias para que a gestora realize o pagamento de todos os servidores sob pena multa diária de R$5.000,00(cinco mil reais), diária na pessoa física da prefeita Valeria por descumprimento. 

 A mesma sentença também estabelece o bloqueio parcial de 60% dos recurso e convênios para pagamentos dos servidores. Mas como já de costume o descumprimento das decisões da justiça por parte desta gestora. 

Como caso do processo 7912016, que derruba a lei 112015 que tentava desarticular o SINDSEPMA, Os servidores estão paralisando parcialmente suas atividades até que seja restabelecidos os pagamentos. 

Já a secretaria de educação em reunião com o conselho do FUNDEB E Conselho Municipal de Educação, apresentou um cenário pessimista e informou que só procederá os pagamentos somente dia 20 com os repasses  constitucionais. 

A pergunta que não quer calar para onde foi tanto dinheiro? Já que houve tanto esbanjamento de dinheiro na campanha eleitoral. O fato é que  o município está "o caos", já que despacharam os contratados, reduziram o transporte escolar deixando as crianças sem aulas. 

Na segundo presidente do SINDSEPMA, caso a não seja cumprido o prazo estabelecido pela justiça  a categoria poderá entrar  Greve, até que sejam restabelecidos todos os pagamentos.




Postar um comentário