terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Prof. Arnaldo garante em sua posse que a luta continua, agora com mais responsabilidades


Um sábio falou para seu discípulo: "Não deixes que os mau-aventurados chegues, torne-se confiável e tire tudo que você conquistou! Então saibas contornar a situação e coloque-o-vos no devido lugar que és longe de você, pois diferente deles os bem-aventurados te trarão caminhos para novas conquistas!" 
Veja:
                                                         Boa tarde!
Saúdo a mesa na pessoa do Sr. Presidente; saúdo também o Sr. Prefeito Dr. Cristino e vice prefeito Manoel da polo.
Gostaria neste primeiro momento agradecer a Deus pelas bênçãos recebidas, nossos eleitores que deram credibilidade a nossa proposta, ao minha equipe de campanha pelo empenho na pessoa de Carlos Vagner, a minha categoria servidores públicos e minha família na pessoa de meu pai João de Deus que incansavelmente pediu votos e ao povo de modo geral. Fui eleito vereador na coligação do Weliton do Posto a quem também agradeço.

Senhores (as) populares presentes, nobre edis, Araioses passa por momentos difíceis pela ação devastadora de várias administrações, o desrespeito, o deboche, a falta de compromisso, os escanda-los alarmante de corrupção, a falta de reponsabilidades e leis fracas são os grandes males que facilitam a má gestão e a proliferação de maus políticos, que visam a vida pública como meios ardilosos de se perpetuares no poder e enganando a população. 

Araioses, Araioses já não aguenta mais, a demagogia estampada daqueles que desejam de forma catastrófica administrar teu povo, o despeito a teus filhos, que já não tem a quem recorrer, pois sua irmã vizinha, a cidade Parnaíba-PI, já não suportou mais o peso de sua família órfã, pelos compromissos não assumidos nas campanhas eleitorais por seus padrastos e madrastas. 

O araiosense tem experimentado a mudança, mas as decepções são inúmeras, criou-se o jargão da não reeleição, mas o povo tem experimentado a cada 4 anos novas gestões que tem sido reprovadas pois, os projetos são incapazes de garantir políticas públicas de desenvolvimento para munícipio.

Chegamos ao autoritarismo e a política de submissão onde a casa do povo o legislativo legitimou projetos leis em leis que causaram prejuízos a sociedade civil organizado, em sua maioria os vereadores fecharam os olhos e o caos administrativo foi instalado em Araioses.

Sou vereador do PEN (Partido Ecológico Nacional), partido de ideias novas, mas meu trabalho dos últimos 5(cinco) anos tem sido a defesa da categoria dos servidores públicos, como presidente do SINDSEPMA, entidade que represento e que nos representa.

A luta é árdua e continua para garantir direitos e respeito aos servidores, luta essa que causou a fúria daqueles que exercem o poder que emana do povo não para servir, mas para ser servido. Fomos perseguidos com apropriação indébitas e suspensão de mensalidades, para enfraquecer nosso movimento sindical pela gestão municipal com apoio da maioria dos vereadores desta casa legislativa, mas graças a Deus superamos estes obstáculos e estamos aqui como vereador para defender os interesses do povo e como representante classista defender os interesses da nossa categoria que ao lado do Prof. Edvanir e da Abigail que também são servidores.
Estamos também como partido, convidado a dá sustentabilidade ao novo projeto político do Dr. Cristino prefeito a partir de hoje que busca “um Araioses melhor”, nosso compromisso está pautado em seu programa de governo, nas garantias dos direitos individuais e coletivos do nosso povo e de nossa categoria dos servidores públicos que são pilares para uma boa administração. 

Por tanto caros edis, populares, estamos inaugurando um novo tempo, onde buscamos a união pelo povo que tanto sofre pelo abandono da última gestão. Que juntos possamos contribuir para prosperidade do nosso município e pelo respeito e garantias de direitos individuais e coletiva de nosso povo.

Para encerrar, minhas palavras: quero dizer sou vereador pelo povo e para o povo

Meu muito obrigado.


Postar um comentário