quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Na sessão da câmara de terça-feira, Professor Arnaldo: “Nesta Casa não será aprovado nenhum projeto que prejudique o servidor!”


Na sessão da câmara de vereadores da última terça-feira (21), o vereador Professor Arnaldo usou a tribuna para afirmar que grande parte dos nobres vereadores da casa de leis de Araioses é servidor e dificilmente será aprovado qualquer projeto que prejudique servidores no município.

“Esta casa está composta quase em sua maioria por servidores públicos sendo difícil a aprovação de qualquer projeto que venha prejudicar a categoria. Como Vereador representante classista jamais irei apoiar ou votar qualquer projeto que visem causar danos ou prejuízo financeiro aos servidores, a população. Embora saibamos que tentativas houve na ultima gestão frustrada pela pressão popular ficando apenas no imaginário do gestor.”, disse o vereador Professor Arnaldo.
A luta de conquista para servidores públicos continua mais forte com a representatividade de professor Arnaldo na câmara de vereadores e não será dessa vez que com um representante na câmara irá causar danos aos servidores bem como aos populares.

“Estou vereador para receber denúncias, demandas das comunidades e levar ao conhecimento desta casa que estamos numa luta em busca de melhorias, pois não e atoa que o vereador se elege, sendo que o mandato de vereador não é emprego e sim representatividade e essa tem que ser cobrada pelo povo. O vereador tem que se colocar à disposição dessas comunidades, pois essa é uma oportunidade ímpar de fazer uma câmara diferente por não ser emprego e sim legisladores que vieram para mudar essa história do município de Araioses”, afirmou o vereador professor Arnaldo


terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

ARAIOSES: ARNALDO MACHADO AVALIA REALIDADE DA CIDADE PARA OS PRÓXIMOS ANOS

Vereador do Pen, Arnaldo fez uma avaliação do atual momento administrativo vivenciado pela cidade

POR FERNANDO ATALLAIA
DIRETO DA REDAÇÃO

O vereador Arnaldo Machado (PEN) avaliou os primeiros dois meses da nova gestão municipal de Araioses e, em contato com a Agência Baluarte, fez uma análise do atual momento vivenciado pela cidade no estado. 

Para Arnaldo, que classificou como ‘grande desafio’ o enfrentamento do abandono instaurado pela gestão passada, o município poderá entrar nos trilhos a partir deste ano caso o prefeito eleito em outubro último desprenda esforços contínuos rumo ao desenvolvimento da cidade. 


O vereador Arnaldo Machado, do PEN: avaliação do atual momento administrativo vivenciado pela cidade.

‘’Creio que para se ter uma noção mais acertada do atual momento administrativo teremos que aguardar aí ainda seis meses para melhor avaliar. A atual administração pegou um caos sem precedentes; o município tem dívidas milionárias para pagar e a destruição causada pela corrupção é visível por todos os cantos. Mas acredito que com muita organização, foco e empenho da nova administração, teremos uma nova realidade próspera e feliz. Este é o grande desafio do atual prefeito’’, afirmou Machado. 

Arnaldo Machado, que é também líder sindical, enfatizou que a região onde a cidade fica localizada é carente de políticas públicas voltadas para a integração dos municípios. ‘’Não só Araioses, mas a região como um todo e os municípios vizinhos precisam na verdade buscar integração nas reivindicações, visando o progresso da região’’, destacou. 

Problema recente que vem afetando centenas de famílias do município, a salinidade da agua é uma das questões mais urgentes a ser resolvida. Em Araioses a água ingerida pela população não é a adequada ao consumo. 

‘’Esta é uma luta sem igual. Já solicitamos à Caema que resolva o problema da salinidade da água de Araioses, mas ainda não obtivemos resposta; centenas de famílias estão consumindo água salgada como se fosse doce; a solução deste problema é mais que urgente’’, alertou o vereador.

ANB Online

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Professor Arnaldo e o inicio de debates na câmara de Araiose




Professor Arnaldo

Na sessão da última sexta-feira (17) da câmara de Araioses, o vereador Professor Arnaldo - PEN usou a tribuna para iniciar os trabalhos na sua legislatura no plenário da câmara.

Em seu primeiro pronunciamento o vereador do PEN afirmou: "Fiquei feliz! Porque rompeu-se o silêncio e os vereadores que outrora eram calados parece que agora estarão em defesa do povo”.

Na tribuna pontuou questões dos servidores públicos, pois como representante classista esteve na prefeitura para acompanhar os atos de resolução da folha de pagamento e sobre a reposição salarial onde reestabelece a gratificação dos guardas municipais, aux. de enfermagem e motoristas e também de professores.

Professor Arnaldo falou da necessidade de mudança da lei orgânica para dar mais tempo para a TRASIÇÃO ENTRE GOVERNOS, pois atualmente o tempo é muito curto e com isso causa transtornos administrativos com na folha de pagamento por falta de informações.

Outro ponto que foi dando ênfase foi o de que o município está engessado por tantas inadimplências e dessa forma recursos estaduais e federais ficam inviabilizados.

Teremos bons debates nas sessões das terças e sextas durante essa legislatura.



sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Professor Arnaldo e o debate sobre a gestão pública de Araioses



Vereador Professor Arnaldo

Na última quinta-feira (12) ocorreu na sessão da câmara municipal de Araioses uma sessão extraordinária onde foram aprovados oito projetos lei que tornam a estrutura administrativa do município mais transparente na forma da lei.

Os Projetos de Leis aprovados servem para que o cidadão tome conhecimento do organograma do município onde a regulamentação de funções agora em Lei torna o município mais transparente.

O vereador professor Arnaldo disse: “É muito importante que a partir da nomeação a população tome conhecimento dos ocupantes dos cargos e funções e passe a cobrar dentro das atribuições, a prestação do serviço no qual foi nomeado”.

“Já a lei de contratação proíbe que um servidor tenha mais de um contrato no município, exceto aqueles permitidos por lei, professores que podem ter 02 turnos. A chamada para contratação será por edital e avaliação seletiva. Tenho as folhas de pagamentos do município e sei a quantidade de pessoas que recebiam, a titulo de contratos ocupando funções e cargos, mas não eram regulamentados em lei. A transparência tira o véu da administração para que a população tenha conhecimento e possam se dirigir aos órgãos para informações e resoluções de problemas.”, finalizou o vereador Professor Arnaldo.

Em última análise o gestor ao pedir autorização da câmara para a regulamentação dos cargos, logicamente fez estudo da viabilidade financeira que é de sua responsabilidade.

A câmara neste momento não poderia negar ao executivo esta autorização diante da situação em que se encontra o município de total inadimplência. A necessidade do executivo é justificada em suas mensagens ao afirmar ser de grande relevância para garantir a governança do município.

O legislativo em sua maioria autorizou que o gestor crie cargos e possa ter as condições necessárias de fazer um bom governo e isente o legislativo dificultar o início de sua gestão, e não culpe os vereadores por omissão e insucesso de sua gestão por não autorizar as condições solicitada para governar segundo suas mensagens.

É do conhecimento de todos que a gestão atual fez apenas um vereador e buscou um pacto de governabilidade com os partidos de oposição da última gestão. Ao credibilizar o prefeito aprovando esses projetos de leis os vereadores se isentam da culpa de não querer o bem do município e ter agido apenas por politicagem e a responsabilidade recaia sobre o executivo.

Sabemos que a situação do país reflete sobre o município que carece de muita responsabilidade, austeridade e principalmente de honestidade dos gestores. Os cargos serão ocupados em sua maioria por advogados que terão muito trabalho para que a gestão possa ter as condições de adimplência e garanta melhores condições de vida a população.

Djair Prado

domingo, 5 de fevereiro de 2017

Professor Arnaldo e o compromisso com o servidor e o cidadão araiosense!



O vereador Professor Arnaldo usou a rede social para reafirmar o compromisso com os servidores públicos bem como os cidadãos araiosenses.

“Estou comprometido com nosso projeto e isso fiz questão de registrar em um jornalzinho. Agora não podemos julgar 4 anos em trinta dias. Estamos encaminhando nossa pauta de reivindicação dos servidores públicos, promessas de campanha do hoje prefeito Cristino. Sabemos como sindicalista que temos que cumprir o estatuto negociar até esgotar o diálogo, pois sabemos nossos caminhos. Como vereador ser a ponte para fortalecer a luta por direito na câmara, implementando leis, encaminhando, projetos de leis e requerimentos, fiscalizando a administração, visitando os locais de trabalho, as ruas, fiscalizando o desempenho do prefeito no decorrer do seu mandato denunciando, dialogado e buscado soluções. Nosso principal foco e garantir o direito à cidadania aos araiosenses. Não vou nem me referir ao passado porque o povo já respondeu, agora é hora de solução, problemas são muitos, mas sabemos que não vai acontecer o milagre dos pães, mas o prefeito já pode começar solucionando algumas demandas, organizando a saúde: os postos que é o grande anseio do povo, a educação tem que ser prioridade, pois vamos cobrar a melhoria do ensino. Não adianta reclamar do passado estamos vivendo o presente e o povo quer respostas. Quero dizer que eu estou junto com o povo, junto dos servidores na busca por respostas para os problemas do nosso município”, disse o vereador Professor Arnaldo.

O projeto de Professor Arnaldo que vai além de representar a classe de servidores mostra o quanto a sua luta vai trazer benefícios para os cidadãos, pois ter um vereador atuante, fiscalizador, legislador e que esteja sempre buscando soluções que tragam qualidade de vida para os munícipes é gratificante.
Nesta segunda-feira (06) acontece a sessão inaugural da câmara de Araioses! Vamos participar e conhecer melhor os vereadores que representam os cidadãos

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Calendário PASEP 2017



O PASEP é um programa de abono salarial que atende milhares de trabalhadores brasileiros que atuam no serviço público. Através desse benefício é possível organizar as finanças, quitar parcelas ou fazer o pagamento de dívidas e é por isso que os trabalhadores sempre contam com o PASEP para dar aquela “forcinha” extra. O PASEP 2017 ou Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público é pago todos os anos, através do Banco do Brasil e ainda que muitas pessoas confundam esse programa com o PIS é importante lembrar que existem algumas diferenças entre esses dois modelos de abonos salariais.


Calendário PASEP 2017 – Quem tem direito ao PASEP 2017

O PIS (Programa de Integração Social) é pago pela Caixa Econômica Federal aos trabalhadores da iniciativa privada. Além do mais, as datas de pagamento podem divergir entre os calendários, contudo existem várias semelhanças, como alguns requisitos para a participação no programa e o valor do abono.
Calendário PASEP 2017 e prazos de pagamento

Todos os anos, o Governo divulga por meio da imprensa e do Banco do Brasil, o calendário de pagamentos do PASEP para o ano. As datas são organizadas de acordo com o número final da sua inscrição no programa.

Vale lembrar que os pagamentos são realizados primeiramente para quem tem como dígito final o 0 e os últimos pagamentos são efetuados para os números 6 e 7 (16/02/2017) e 8 e 9 (16/03/2017).

Tabela de pagamento do PASEP 2017 para agências do Banco do Brasil:
Inscrição com final Pagamento a partir de Até
0 28/07/2016 30/06/2017
1 18/08/2016 30/06/2017
2 15/09/2016 30/06/2017
3 14/10/2016 30/06/2017
4 21/11/2016 30/06/2017
5 19/01/2017 30/06/2017
6 e 7 16/02/2017 30/06/2017
8 e 9 16/03/2017 30/06/2017
Confira mais em: www.calendariodopis2017.com.br


No entanto, todos os beneficiários podem sacar o abono até a data limite do calendário que é de 30 de junho de 2017, cuja data é igual para todos. Desta forma, você tem até o último dia do mês para sacar o seu PASEP, caso o contrário, perderá o abono deste período. Agora, se você possui conta bancária no Banco do Brasil é só conferir o seu extrato, pois o valor é depositado diretamente.


E, caso tenha dúvida sobre a realização do saque saiba que é bem simples. Você deverá comparecer a uma agência do Banco do Brasil munido com o número do seu PASEP e um documento de identificação com foto.
Quem tem direito ao PASEP 2017

Só recebe o abono, o servidor que estiver cadastrado no programa e ainda assim deverá seguir alguns requisitos para ter o direito ao PASEP, a saber:
Ter remuneração mensal de até 2 salários mínimos;
Ter servido, no mínimo, 30 dias consecutivos, no ano anterior no serviço público;
Estar cadastrado no PASEP, no mínimo 5 anos;
Ter sido entregue ao Ministério do Trabalho e Emprego, pela Empresa Pública, Órgão ou Repartição o RAIS com o nome do servidor para comprovar a sua vinculação trabalhista.
Valor do PASEP 2017

O PASEP, assim como o PIS, paga anualmente o valor do abono referente ao salário mínimo vigente, ou seja, é um salário a mais que o servidor terá a sua inteira disposição para desfrutar como melhor desejar ou necessitar.
Os pagamentos do PASEP realizados entre Janeiro e dezembro de 2017 terão o valor de R$ 960,00;
Os pagamentos do PASEP realizados a partir de janeiro de 2018 terão o valor de R$ 1060,00.
Prazo para o saque do PASEP

Os saques ficarão disponíveis até o dia 30 de Junho de 2017. Se o servidor deixar passar esse prazo perderá o direito ao abono desse ano, pois o beneficio não é cumulativo. Os abonos não sacados são devolvidos ao chamado FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador).

Sabendo disso, procure se dirigir o mais rápido possível a uma agência do Banco do Brasil (caso não possua conta nessa instituição) e faça o saque do seu beneficio. Aproveite e até a próxima! 
 
 
C