quarta-feira, 22 de março de 2017

Vereador Professor Arnaldo solicita prédio próprio para Unidade Escolar Tia Bernarda

A escola do ensino infantil  a ser construída deve  atender as  exigências adaptada  no padrão MEC, para atender , o futuro de nossa nação.
Por ser uma escola do ensino infantil que atende o público especial dos 04( quatro) aos 06(seis ) anos de idade, deve ser toda adaptada, mas segundo os relatos de uma funcionária e ex-aluna, a  escola existe há pelo menos 12 anos e sempre funcionou em prédios emprestado.


Uma situação que deve ser vista com mais cuidado de acordo com professor Arnaldo , “ a escola do Ensino infantil deve ser adaptada levando em consideração a idade do público alvo que requer maior atenção".Outra funcionária que também estou na escola afirma que vai completar 30 anos de idade e nunca ninguém se preocupou em construir um prédio para esta unidade escolar tia Bernarda , conta vive decepcionada com a classe politica que nunca teve atenção , preocupação com essa situação. Afirma que nunca soube que algum politico pelo menos tivesse feito um requerimento na Câmara nos últimos 10 anos, indicando ou cobrando um prédio para instalação da sua escola, mas que ficou feliz com a iniciativa do professor Arnaldo por lembrar  da esquecida escola.



Já professor a Arnaldo justifica o requerimento para cobrar o tão sonhado prédio alegando ser a Unidade Escolar Tia Bernarda, a única escola da sede que não tem prédio próprio. Funcionou por 04 anos no antigo centro Comunitário de Araioses no governo Zé Tudes, na Gestão Luciana Trinta, mudou-se para o Alto São Manoel em um prédio alugado com a denominação Centro de Referência. Diz professo Arnaldo: “A escola é o segundo lar da criança”. O prédio escolar ora solicitado marca a vida dos alunos ficam gravadas muitas lembranças. Na fase em que o lúdico mistura com a aprendizagem a criança, precisa de espaço especializado para desenvolver suas habilidades e sua coordenação motora. 

Hoje funcionando na Creche Tia Sinhá , Será que levará o fim da Escola Municipal Maranhão Sobrinho, quem não lembra? Funcionava onde hoje é o Banco do Brasil, conjugada com a Escola Normal Ginasial Nossa Senhora da Conceição, também extinta por falta de prédio próprio. Precisamos conservar a nossa história, pois um povo sem história é um povo sem memória. E preciso construir um prédio para funcionar a Unidade escolar Tia Bernarda no Padrão MEC, para que as crianças e os professores possam se identificar com a escola e juntos construírem uma educação de qualidade concluiu professor Arnaldo.


Postar um comentário