terça-feira, 29 de junho de 2010

Civilização Grega

Civilização Grega

Visão política e econômica

As pesquisas históricas provam que a Grécia foi formada pela migração de quatro povos pastores nômades indo-europeus: os aqueus, os jônios, os eólios e os dórios, eles ocuparam o espaço grego com um grau de violência muito variado.
Rodeados de montanhas, as cidades gregas foram erguidas em vales separadas uns das outras, o que exaltava o sentimento de liberdade e independência do povo , aceitar o sistema de cidade-Estado, o que quer dizer soberania total. Eram comunidades político-religiosos,autônomos normalmente, abrangendo, a cidade e o território circunvizinho.
Cidade-Estado é a tradução dada a palavra grega polis. Na Grécia antiga nunca houve um Estado central. Poderia haver hegemonia de uma cidade num determinado momento, mas nunca se chegou a uma unificação total. O elemento de unificação entre as cidades era língua.
Entre as diversas cidades gregas as que se destacaram foram Atenas e Esparta.
Inicialmente a atividade agro-pastoril foi à base econômica da Grécia primitiva , complementada pelo pastoreio , pela produção artesanal e pelo extrativismo. Os principais produtos cultivados eram: trigo, cevada , centeio, aveia, uva oliva , frutas como ; figo , maçã e pêssego. A extração de mármore era muito importante por seu valor comercial. A produção artesanal se destaca pela produção: de azeite,vinho vasos de cerâmica.
Porém a pobreza do solo , e da pouca disponibilidade de terras e o crescimento populacional , a economia , em geral sofreu forte transformação. O comercio principalmente o marítimo passou a representar a base da economia de muitas cidades , como Atenas. Especialmente a exportação de vinho azeite e vasos. Por seu lado Esparta, possuía terras suficientes e férteis. Não se transformou, caracterizando como uma cidade conservadora , nos seus hábitos e valores institucionais. A diferença entre essas duas polis eram grandes: Atenas preocupava-se com a cultura , sabedoria , intelectualidade, enquanto Esparta armava sua região e educava seus homens para guerra.
Quanto à estruturação social, até o século VI, A.C , em Esparta havia os espartanos ou esparcianos (classe dominante formada pelas famílias dos conquistadores dórios), que se dedicavam somente para a política da guerra ; os periecos (habitantes das periferias , pequenos proprietários rurais), e os camponeses, chamados de ilotas escravo do Estado espartano sem qual- quer direito político. Já em Atenas conheceu a sociedade formada pelos eupátridadas (os bem-nascidos, membros da aristocracia agrária , cidadãos com todos os direitos político ; os demiurgos que eram artesãos : metecos , estrangeiros ; e escravos a maioria da população . Mas no século VI A.C, Atenas conheceu transformações políticas que conduziram para a chamada “democracia grega ” . o trabalho de legisladores como Sólon , Cristenes e Péricles permitiu uma maior participação da população masculina livre ateniense nas decisões do Estado.
A cultura grega e religião
Sendo berço da civilização ocidental , o ponto de partida da filosofia , literatura , da dramaturgia e da democracia , é o país que mais monumentos históricos possui, considerado patrimônio da humanidade.
A cultura grega absorveu inicialmente os conhecimentos transmitidos por culturas anteriores : o alfabeto grego se originou do finicio. A ciência e a filosofia gregas se desenharam a partir das observações e observações feitas pelos egípcios e mesopotâmios e o contato com os cretenses contribui para formar nos gregos um espírito independente.
O traço fundamental da cultura grega foi a preocupação com a beleza e a sabedoria , com a forma e o espírito. essas preocupações aparecem em todas manifestações artísticas que a Grécia legou.
O século V aC.assistiu a um extraordinário desenvolvimento da cultura grega , sendo Atenas o centro mais importante. Esse período passou a ser chamado “século de Péricles”, que era o governante de Atenas. . Nele viveram e produziram os maiores artistas e filósofos gregos.
A genialidade grega manifestou-se especialmente nos templos . estes não se destinavam abrigar povo mas somente estatuas do deus e deusa , seu tesouro e oferendas recebidas. Por isso os templos gregos não eram de grandes proporções. Construídos em linha reta , sem arcos nem abóbadas eram regulares cercados de colunas , impressionaram pela harmonia das proporções e pelo equilíbrio do volume.
A religião era politeísta. Através dos templos o povo grego criou historia e lendas a respeito de vários deuses e de sua origem, de cheias de mitologia .
Interpretando os mitos , os poetas e artistas foram sucessivamente esboçando característica e peculiares a cada um dos deuses , fixando sua imagem em e pinturas e escutaras. Os deuses gregos não eram distante , misteriosos ; assemelhava-se aos homens e viviam entre eles. tinham virtudes e defeitos, franquezas e paixões , como os homens. Porem eram fortes e imortais ; embora invisíveis , podiam aparecer aos mortais sob forma humana ou de outros animais.
Postar um comentário