sábado, 16 de fevereiro de 2013

O DESABAFO

Desabafo
Minha terra querida porque te atormentam
Destroem teus  campos
Não respeitam o teu povo
Destroem os frutos de teus ancestrais
Que “não é   mas o enjeitado”
Porque querem  tragar de ti teus últimos suspiros ?

Dominando teu povo
Apagando as lembranças  dos  Araiyos,
Um povo pacato, ordeiro, mas também guerreiro
“Que não foge a luta”
Assim somos araiosenses,  que não grita !
Que não reclama!
Mas que decreta  nas urnas suas revoltas e as decepções !
Daqueles que o enganam
Assim é meu Araioses!

Prof.Arnaldo
Postar um comentário