quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Historia de Araioses

Emancipação Política: 29 de Março de 1938 (71 anos)
A origem de Araioses dá por volta de 1769, quando um grupo de índios separados dos Tremembés, tribo que habitava grande parte do litoral (maranhense e piauiense) e passaram a se autodenominarem de Araios, se instalaram no local onde é atualmente o povoado de Aldeias e ali viviam da caça, da pesca, do plantio de Mandioca e do milho.

No dia 22 de abril de 1741 chegou a aldeia dos índios Araios um mestiço baiano chamado de João de Deus que logo após os primeiros contatos com o cacique Arinhã Magu e sua tribo, acompanhado de sua esposa D. Mariana, firmou um pacto de amizade com os índios e num gesto de reconhecimento, incorporou a seu nome a palavra Magu, em homenagem ao grande cacique e daí em diante passou a ser chamado João de Deus Magu.

A partir daí a história de Araioses está intimamente ligada a João de Deus Magu. Como acontecia nas comunidades civilizadas, dividiu os índios em grupos de famílias, loteou a aldeia, construiu casas para eles, vestiu-os e em 1743 construiu o primeiro campo agrícola da região de onde extraiu uma produção extraordinária de algodão.

Em 1748 construiu uma capela sob a invocação de Nossa Senhora da Conceição. Hoje Igreja-matriz da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, jurisdicionada à Diocese de Brejo-MA

Em 1751 o povoado já contava com 20 casas. Neste ano, João de Deus Magu, foi a São Luís pedir ao Bispo do Maranhão para que designasse um padre para rezar a primeira missa e batizar os índios já todos civilizados. Em 1752 chegou à comunidade o Padre Inácio Pereira da Fonseca onde, no dia 15 de agosto, rezou missa e batizou os índios, na capela Nossa Senhora da Conceição. Este fato marcou época na história do município; é a data da fundação do povoado de Araioses.

O povoado foi elevado a categoria de Vila pela Lei nº. 53 de 15 de maio de 1893 e à categoria de Cidade em 29 de março de 1938 pela Lei Estadual nº. 45.
Postar um comentário